21 maio 2008

Feliz Aniversário

Hoje é o meu aniversário. Dessa vez não houve os abraços dos meus familiares e nem os carinhos dos meus amigos, quero dzer pessoalmente, néh? Posto que estou do outro lado do atlântico.Algo me fez lembrar a minha infância. Tenho mais três irmãos. Cada qual vive a sua vida, mesmo assim somos muitos próximos. Quando éramos crianças mamãe e papai acordava a casa inteira, menos o aniversariante, pegava as panelas e cantarolava: -Parabéns pra você, nesta data querida muitas felicidades, muitos anos de vida. As vezes ficava com o rostinho vermelho de vergonha, quando não tampava os meus ouvidos, era muito engraçado. E assim comemorávamos. Depois mamãe se separou do papai, e meu aniversário já não era mais tão feliz. Era sempre divido. Passava um tempo com a mamãe e depois com o papai (num quartinho de hotel da minha cidadezinha do interior do Ceará).Mesmo com a tristeza, mamae fazia questão de chamar os meus amiguinhos em minha casa, pra nem que fosse comer um bolinho. Num desses por exemplo, tava eu descendo as escadas, toda bonitinha de roupa nova, e quando coloco os pés no último degrau, meus amigos com o pentelho do meu irmão jogavam ovo em minha pessoa. Achava tudo tão divertido!!!!! Era demais...Sempre esperei ansiosamente pelo meu aniversário. Quem será que vai ser o primeiro a me dar os parabéns? Ou o último?
Depois fui morar em Fortaleza, meus amigos não eram mais os mesmo do Interior, também tinham ido morar na Capitá, tinha novos amigos, amigos do colégio, da faculdade. As vezes tinha vontade de fazer aquela festa do papoco, mais também gostava de ficar na minha no meu canto. Pensando:
- Poxa, estou mais velha. O que estou fazendo da minha vida. Será que tô fazendo as escolhas certas. Será se estou feliz? Quanto tempo ainda me resta pra realizar todos os meus sonhos?
Essas daí até hoje não muda. E é o que nunca vai mudar. Estou aqui em Portugal, com pessoas queridas que me desejaram feliz aniversário ao seu modo (ameiiii). Mas, as mesmas perguntas que costumo fazer nunca sairam da minha cabeça.
Meu pai, não teve como me desejar parabéns pois onde ele mora nem pega telefone. Minha mãe, é chique mandou via e-mail. E meus irmãos por orkut. Ainda bem. Mais hoje tive saudade de quando éramos crianças e tava todo mundo junto com panelas nas mãos cantarolando:
- Parabéns pra você ( o resto voces conhecem)....Lembrei também com saudades e amor, que sempre fazia pedidos. Um desses, por exemplo, era casar quando eu tivesse 15 anos. Hehehe. (Não realizou, ainda bem.)Ah não podia esquecer que entre os amigos tem o básico com quem será com quem será que a Pérola vai casar?! Ah, saudade de apagar o bolo e fazer os pedidos...Hoje tem bolo sim, com pessoas diferentes sim. Mais o peido ainda não tinha feito, desse ano é diferente:

- Que toda a minha família mesmo longe estejam sempre cumprindo o papel de família, que veio do coração de Deus. E que um dia estejamos todos reunidos, papai e mamae (mesmo estando separados), eu e meus irmãos pegando as panelas e cantando parabéns...Parbéns não pra mim, mas para a VIIIIIIIIIIIIIIIIIIIDA....

É isso...
Feliz aniversário.
Pérola

2 comentários:

  1. amiga, queria ter vividos esses momentos com vc! assim... desde pequena, sabe!? queria ter tacado ovo em ti, ter te acordado batendo panela!!!
    mas é isso ai..
    Hj, nos seus 23 anos, to aqui no Brasil.. te desejando tuuudo de bom!
    amo vc hj e sempre viu?
    da tua fã,
    Lidia

    ResponderExcluir
  2. Sou feliz pela simples casualidade de ter cruzado o seu caminho..e de poder continuar agora, caminhando em paralelo. Desejo muitos dias felizes em nossa caminhada amiga, pq a sua felicidade é minha também e sei que a recíproca é verdadeira.Amo-te muito.SAúde, prosperidade, luz e muito amor.

    ResponderExcluir