03 junho 2008

E aí, ainda vai jogar pedra na Genim?

Deus o tempo todo estava a falar para a pobre daquela garota. Era tão pobre que não conseguia se quer expressar seus pensamentos aos homens. Mesmo todos jogando a pedra na Genin, a menina que era boa de cuspir e apanhar, tinha sido visitada pela voz singela de Deus. Deus, tão rico, tão todo-poderoso, tão cheio de amor . "- O que viu naquela garota que não tem nenhum significado simbólico?!", pensavam os fariseus.
O fato que a mesma foi criada por Ele e para Ele, fora feita a imagem e semelhança de Deus. E esse tem o desejo que suas criaturas o conheçam pela graça e bondade que tem por todos. Cada qual a sua maneira e o seu modo, com suas particularidades também.
Os marginalizados, os excluídos da sociedade são as Genins da vida. Tão ridicularizados pela soberba do homem de classes privilegiadas, ou não. Não apenas os excluídos, mas se pensarmos bem, somos uma Genim da vida. "Boa de apanha e boa de cuspir"…Quem não conhece a letra "Genin" de Chico Buarque? É um retrato fiel da sociedade que dá pra qualquer um, que aceita qualquer deus. Entretanto, o Grande Deus tem compaixão pelas suas pobres criaturinhas. Então, como dentro de mim existe amor pela pobre menina, me questiono: e você ainda vai jogar pedra na Genin? Resposta: Somos todos iguais a ela.
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário