17 julho 2008

Pouco Tempo


Quase não estou acreditando! Estou bem perto de voltar pra casa! Que aperto sinto no meu coração. Aperto pelos dois lados. Tanto por ficar, como por voltar. Cá estou eu nessa terra que eu sempre sonhei. Em terras lusas, e bastante iluminada. Estou entre a arte, história, cultura e uma deliciosa gastronomia. Muito aprendi. E sei que terei que retornar a esta terra pra poder explorá-la cada vez mais.
Hoje (ontem) estava me sentido cansada, e resolvi fazer algo que sempre quis fazer, virar o por-do-sol, no castelo de São jorge (cartão postal de Lisboa), tomando um delicioso sorvete. De tão cansada dormi em dos bancos do castelo. Acordei-me sentido uma princesa a espera do beijo do prícincipe. E fui beijada de maneira inesquecível. Os raios solares estavam a se por e desejavam a minha total atenção, nesse magnifíco espaço celestial. O céu estava lindo. Senti-me privilegiada pelo que vivi. Pena que não tenho uma máquina fotográfica para ter registrado esse momento especial. Depois, fui a um café ouvi um bom fado, comi um delicioso pão, azeitonas e um boa cerveja portuguesa. Tudo estava perfeito. Eu apreciando a minha própria companhia. Ao olhar pra luz de Lisboa não me deu vontade de voltar ao Brasil.
-Fazer o que lá?! Pensei.
Por este momento lamentei o fato de algumas coisas não terem dado certo por aqui. Enquanto isso na terra do sol, existe uma linda família que me espera, amigos que eu devoto e o meu último semestre da faculdade. Acho que esta é uma das causas fundamentais do meu retorno. O que espera por mim lá, não sei. Estou sem expectativas. E sem a data da volta prevista. E pra terminar, um bom fado me anima.
"Desilusões, as que tive
Já eram, ou lá estão
A gente vive dos tempos que já lá vão!

4 comentários:

  1. Amiga  Adoro a maneira cm escreves! Tens mt jeito, é 1 dom k Deus t deu 
    Sinto 1 aperto no peito d cd x k penso k vais embora  Vou ter tantas saudades tuas!
    Ao ler este texto fikei recordando o nosso passeio por Lisboa  Foi tão bom. E ficar a imaginar-t a fazer tds as coisas k descreves, d repente foi cm s tivesse sido transportada pr akele lugar, pk akele momento! E cm por magia, passei eu a ser a personagem principal (desculpa lá roubar-t o papel, lol!)
    Amiga… ñ t eskeças d mim k eu ñ m eskeço d ti 
    Abraço apertadinho (cm akele k t vou dar qd voltares pr Portugalll!)
    Gosto mt d ti ;)
    Tua Ângel(it)a :D

    ResponderExcluir
  2. Sempre inspirada para escrever essa minha prima. Adoro muito ela e é muito bom saber que ela voltará!

    Prima to morrendo de saudads suas...Qria dormir num banco de um castelo com vc!!!

    =DDD

    bjaum!
    Te amo!

    ResponderExcluir
  3. Sempre inspirada para escrever essa minha prima. Adoro muito ela e é muito bom saber que ela voltará!

    Prima to morrendo de saudads suas...Qria dormir num banco de um castelo com vc!!!

    =DDD

    bjaum!
    Te amo!
    Do seu primo querido Jorge!

    ResponderExcluir
  4. Há... minha sonhadora Pérola!
    Como me enche o coração ler a poesia da sua vida!
    Saudades...

    ResponderExcluir