16 dezembro 2015

Conhecendo a costa dourada da Austrália



Já tinha sido alertada pelos meus amigos que me apaixonaria facilmente por Gold Coast, só não sabia que ia ser fácil e a primeira vista. E de repente assim como um click me deu uma vontade louca de conhecer esse lugar.

A Gold Cost está localizada no estado de Queensland, fica há 100 km de Brisbane e 850 km de Sydney é cercada por montanhas e praias cristalinas. Você encontra paz, beleza e muita diversão em um só lugar. São mais de 70 km de praias banhado pelo oceano pacífico. É ideal para surfar, pescar, nadar, mergulhar e tudo que você quiser fazer.

Eu e mais duas amigas colombianas demos uma pausa na nossa agenda e fomos conhecer. Assim que colocamos os pés na cidade já percebe uma energia diferente naquele local. Os australianos com seu jeito amistoso e amigável vão logo recepcionando no mais clichê e bom som: “Welcome to Paradise”.

Chegamos no nosso destino sem muito planejamento, com a cara e a coragem, e deixando fluir. O primeiro desafio encontrado: como vamos sair do aeroporto? Simples e fácil de resolver. Existe transporte público de qualidade assim como em Sydney, mas a melhor opção encontrada é sem dúvida alugar um carro. Encontramos o nosso pink com o querido George que foi logo me ensinando a dirigir um carro automático e na mão esquerda. O que considerei um desafio, já que superei o medo de dirigir numa mão diferente.

Após ter noção dos bairros da cidade, escolhemos Surfers Paradise para nos alojar. Decidimos o local pela fama agitada e por ter as melhores baladas. Qualquer dia da semana esse bairro pulsa com gente desfilando em carrões e prédios altos remetendo Miami. Fala-se que é conhecido por receber muitos turistas e encontra-se no local praia e bons restaurantes. Mas já ouvi falar que muitos residentes da Gold Coast odeiam Surfers Paradise, outros não se mudariam por dinheiro nenhum. Eu me mudaria linda!

Por decisão unânime ficamos em hostel. Encontramos um a nossa cara com piscina, saúna, jacúzi. Mas ele só tinha reserva de quinta a sábado. A solução foi ficar dois dias em outro menor. Se você gosta de fazer novas amizades e não se importa em compartilhar quarto com que não conhece vá para um hostel. É a melhor opção sem contar que o custo benefício é o mais barato.

O que conhecer

Gold tem muitas opções turísticas. Entre nossas escolhas fomos para os parques Sea World, Warner Bros. Movie Film e Wet'n Wild. Pela minha experiência adorei os dois primeiros parques, mas o último deixaria passar. Experimentei e não gostei . Se você gosta de parques tem outros como o Drácula, Dreamworld. Há outras atrações que não é muito minha cara, mas vale a pena como Infinity, Horror House. Os tíquetes mais baratos você encontra no Groupon.

Estar em Gold Coast e não ir para praia é um pecado. Não poderia sair de Gold sem conhecer as praias Broadbeach e Coolangata. Mas existem outras a serem exploradas assim como as trilhas e os parques abertos.

Byron Bay



O ápice da viagem foi conhecer Byron Bay. A praia fica 40 minutos de carro. Se está em Gold dê um jeito. Tem ônibus, excursões, carro para ser alugado. Não importa como, mas vá. Byron é rústica, alto astral, poética, cercada por praias lindas e o farol do Cabo Byron que dá para ver a cidade. 

O que mais gostei de Byron foi a energia do local, tem uma leveza igual aos hippies que se encontram naquela região. Sem contar que as pessoas são hospitaleiras, prestativas e mais relax. Lá tem baladinhas, bons restaurantes, muita comida seafood (minha favorita depois de comida italiana). Como fiquei apenas um dia no local, já estou planejado o retorno. Tem muita coisa para explorar: conhecer as praias locais, as comunidades hippies, de passar um dia na praia mergulhando, surfando.Definitivamente, quando se está em Byron não se exige  muita coisa da vida, sabe. Porque só em está ali já é um presente. Como decidimos ir em última hora as pousadas, hosteis e hotéis estavam lotados. O jeito foi dormir no carro. Por isso digo, não quer se arriscar se programe. Mas não deixe de ir. 

Acordamos, pegamos a estrada e voltamos para Gold Coast. Minhas impressões: as melhores. E ouso dizer que não estranhe se um dia for para lá de mala e cuia. É porque Gold faz a gente ter aquele encontro pessoal de quem gosta de uma vida “mais relax”, mais pausada e com a sensação de ser mais feliz. Conheça e tire suas conclusões!



Sugestões

Como chegar em Gold: Carro, ônibus ou avião

Hostel: Islander Hotel 
Alugar carro: George Jeep

Fazer compras: Habour Town

Praias: Broadbeach, Kirra, Coolangata e Byron Bay

2 comentários:

  1. Aí que inveja boa... e pensar que deixei de conhecer este paraíso. Mais um motivo pra eu voltar.

    ResponderExcluir
  2. Aí que inveja boa... e pensar que deixei de conhecer este paraíso. Mais um motivo pra eu voltar.

    ResponderExcluir